Compartilhe:
Banner Blog Relatório de Alocação - Outubro

Relatório de Alocação - Outubro

Para o mês de outubro, iremos zerar a alocação em ativos internacionais. Compreendemos que será, novamente, um mês desafiador para os ativos de risco nas principais economias. Como descrito na página introdutória, a necessidade de aperto monetário seguirá penalizando os mercados.

Relatório de Alocação - Outubro


Para o mês de outubro, iremos zerar a alocação em ativos internacionais. Compreendemos que será, novamente, um mês desafiador para os ativos de risco nas principais economias. Como descrito na página introdutória, a necessidade de aperto monetário seguirá penalizando os mercados.

Internamente, seguimos zerados em inflação, por entendermos que ainda existe risco de novas revisões para baixo na inflação brasileira. Adiantamos que esse processo está no final. Acrescentamos que existem ativos de prazos mais longos disponíveis, que consideramos oportunidades, indexados pela inflação.

Elevamos as recomendações em renda variável local, por conta do desfecho do primeiro turno das eleições brasileiras. Com o risco de grandes mudanças na política econômica reduzido, os ativos de maior risco devem reagir.

Confira o relatório completo aqui Relatório de Alocação - Outubro 22.pdf

Nosso site utiliza cookies para proporcionar uma melhor experiência de navegação para você. Para maiores informações, acesse a nossa Política de Privacidade.